Chora! Que faz bem!

Temos que ser fortes, temos que ser mais que os outros e assim se cria ( entre outros problemas) uma sociedade de pessoas entupidas em antidepressivos e um tanto ou quanto descompensadas, só porque não podes estar triste, tens que estar sempre bem disposta e cheia de maquilhagem e com ar de quem é guerreira e se tens a tristeza de estar triste, é porque algo está mau e tu tens que ver isso.

Opá! Please. Chega de positivismos supérfluos, queres chorar Chora! sabes que chorar alivia? Não sabias, experimenta, vais ver que esse peso todo que carregas nos ombros em meia dúzia de lágrimas ajudava muito. Também nós não podemos chorar porque somos orgulhosos, que pensarão de nós, se nos virem a chorar??Vivemos demasiado em função do que pensarao de nós. As fragilidades que temos têm que ser assumidas de forma sábia com as pessoas certas. O que quero dizer? Encontra pessoas ( não muitas, como é obvio) em quem confies e que te acompanhem não só no sol da vida mas nos tufões dela. Sim, aqui não há tufões meteorologicamente falando, mas emocionalmente todos os dias eles se abatem sobre nós ( TODOS).

Ah, Jesus também chorou, Ele o próprio Deus quando viu que Lázaro tinha morrido chorou…tu  e eu somos mais fortes que o próprio filho de Deus ( DUVIDO).

Ás vezes a falta de choro é orgulho a mais…

A humildade que todos dizem ser importante no carácter de uma pessoa ajuda-te a colocar as coisas na perspectiva correcta e ter orgulho a menos

Para terminar quando me refiro a choro é o choro para tranquilizar e não para manipular o qualquer outra coisa, tipo uma lágrima aqui e a coisa fica safa.

Para bem da tua sanidade mental, chora!

Crédito imagem: http://wallpapercave.com